Livro a Cabana

Resenha do livro, A Cabana, de William Paul Young

O livro, A Cabana, do autor William Paul Young, é um Best-seller, publicado originalmente em 2007 e já vendeu mais de doze milhões de cópias em todo o mundo.

A história do livro, A Cabana, gira em torno do protagonista Mackenzie Allen Philips e da sua família, que no início da história saem para um acampamento em família que promete ser relaxante e divertido. Um dos temas recorrentes da obra é a existência do mal, e a busca humana por superar as cicatrizes emocionais, deixadas por esse mesmo mal.

A Cabana William Paul Young

No livro, A Cabana, tudo começa quando, durante o acampamento, a canoa em que alguns dos filhos de Mackenzie Allen estão se vira. O pai corre para tentar salvar os filhos e as restantes pessoas que estão no acampamento correm para ver a sua atitude heroica; contudo, no meio da confusão, a sua filha Missy de apenas seis anos é raptada.

De imediato, Mackenzie Allen recorre às autoridades, e uma busca é iniciada para tentar descobrir o paradeiro da pequena Missy. As autoridades têm uma suspeita de quem poderia ter raptado a pequena Missy, um maníaco que sequestrava crianças pequenas e que depois as violentava e assassinava.

As autoridades nunca chegam a encontrar a pequena Missy, mas encontram, numa cabana perto do local, o vestido que ela usava no dia do desaparecimento, com manchas de sangue, o que levava a crer que ela tinha sido violentada e assassinada.

Passados quatro anos daquele dia fatídico, Mackenzie Allen continua imerso numa grande tristeza e numa dor profunda e incessante. Numa manhã gelada de inverno recebe uma nota suspeita, aparentemente vinda de Deus, convidando-o para voltar aquela cabana para passar o fim de semana. Ignorando alertas de que poderia ser uma cilada, vai até a cabana e, o que lá encontra muda a sua vida para sempre.

Livro a Cabana

Na cabana, Mackenzie Allen, encontra Deus, Jesus e o Espírito Santo, que o orientam sobre como lidar com a sua dor, perdão, fé, esperança, amor e redenção. Aos poucos, Mackenzie Allen consegue ir superando a sua dor, mas existe algo que ainda o prende àquela memória e sofrimento, porque nunca conseguiu fazer o funeral à sua filha Missy. Nisto, Mackenzie Allen é guiado e, encontra o corpo da filha embrulhado numa manta. Ele faz uma sepultura num local cheio de flores vivas e coloridas, onde enterra a filha.

No final do livro, A Cabana, Mackenzie Allen acorda e percebe que o encontro com Deus, Jesus e o Espírito Santo, não passou de um sonho. Mas isso vai fazer com que ele pence, que na realidade foi um contacto e que deveria superar aquela passagem da sua vida.

A Cabana é uma ficção, mas os seus conceitos de Santíssima Trindade estão muito ligados aos conceitos do sabelianismo, também conhecido como modalismo, patripassianismo, unicismo, monarquianismo modalista ou monarquianismo modal, que é a crença unicista de que Deus Pai, Deus Filho e Espírito Santo são, na realidade, diferentes aspetos de um Deus único percebido pelo crente (e não três figuras distintas.

Num um mundo tão cruel e injusto, A cabana levanta uma questão atemporal: Se Deus é tão poderoso, por que não faz nada para amenizar o nosso sofrimento???

Em 2016, A Cabana, deu origem a uma longa-metragem. Veja o Trailer clicando abaixo.

35

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião